quinta-feira, 9 de maio de 2013

Leite Derramado

Título: Leite derramado
Autor: Chico Buarque (CHICO BUARQUE!)
Editora: Companha das Letras
Páginas: 200



Sabe aquele livro que te conquista na primeira linha, na primeira palavra, te encanta, te toca com uma singeleza e um sentimento ímpar? Pois é.
Mas se com a idade a gente dá para repetir certas histórias, não é por demência senil, é porque certas histórias não param de acontecer em nós até o fim da vida. Pág. 184

 Eulálio de Assumpção é um senhor com mais de cem anos, filho de gente rica, de alta estirpe, ligados à politica e íntimos de toda a História do Brasil, mas que agora, no quase fim da vida, está num hospital público, à base da morfina e sonhando em reconstruir sua vida lá fora, até mesmo pedindo em casamento a enfermeira que o trata.
Estou pensando alto para que você me escute. E falo devagar, como quem escreve, para que você me transcreva sem precisar ser taquigrafa, você está aí?[...] Mas hoje a moça não está para conversas, voltou amuada, vai me aplicar a injeção. O sonífero não tem mais efeito imediato, e já sei que o caminho do sono é como um corredor cheio de pensamentos.[...]  Até eu topar na porta de um pensamento oco, que me tragará para as profundezas, onde costumo sonhar em preto-e-branco.

Eulálio vai narrando toda a sua vida, sem ordem cronológica, às vezes se contradizendo, começando com algo e terminando com outra coisa que não tem nexo algum com a primeira, demonstrando perfeitamente bem uma mente confusa e desgastada com a idade.
Vai ver que estou delirando, e de bom grado voltarei a falar somente de coisas que você já sabe. Se com a idade a gente dá para repetir casos antigos, palavra por palavra, não é por cansaço da alma, é por esmero. É para si que um velho repete sempre a mesma história, como se tirasse cópias dela, para a hipótese  da história se extraviar. Pág. 96

Achei incrível o fato de haver passagens comentando (brevemente) um acontecimento histórico e que fez parte da vida das personagens, não como um livro de História, mas são meras menções com lembranças, da vida de alguém que supostamente presenciou tudo ou ouviu dos pais sendo narrado como história de família.

As pessoas não se dão ao trabalho de escutar um velho, e é por isso que há tantos velhos por aí, o olhar perdido, numa espécie de país estrangeiro. Pág. 78

Há partes que me deram um dó tão grande.Fiquei com medo de envelhecer, confesso. É um abandono tão grande, embora ele tenha histórias incríveis, uma vida fantástica e um modo de falar tão aconchegante. Imagina se ele fosse mais um qualquer, quão pior seria? Esse é um daqueles livros que te fazem pensar sobre uma porção de coisas, são memórias registradas desse personagem que é humano, você vê seus defeitos, mas o compreende: o que passamos nos marca permanentemente. Me apaixonei por esse livro, só iria lê-lo porque gosto muito do Chico, mas ele me provou que é um ótimo escritor também.

É uma tremenda barafunda, filha, você nem vai me dar um beijo? É desagradável ser abandonado assim, falando com o teto. 
Quando pesquisei, achei-o online aqui.

23 comentários:

  1. confesso q tenho um pouco de preconceito com literatura brasileira, mas esse parece ser bom.
    Adorei sua playlist ><

    www.queenofcupcake.com.br


    da uma olhadinha na entrevista q fiz pro blog da minha amg?
    http://www.churchgirls2.blogspot.com.br/2013/05/entrevista-com-gabriela-campanille.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tinha! Tipo, você acha que é só Machado de Assis (embora eu o ame completamente, sou fã dele) e Jorge Amado, mas hoje em dia nem dá pra distinguir direito o que é nacional e "de fora". Mas acho isso triste, detesto ver brasileiros escrevendo sobre coisas que acontecem nos E.U.A. por exemplo, quando existem tantos lugares legais e diferentes por aqui, ou então só falando do Rio, poxa o Brasil não é só o Rio de Janeiro ou São Paulo! Achei incrível o fato de um amigo meu estar escrevendo um livro que se passa aqui no interior de Pernambuco, na cidade onde moro, que tem uma história bem legal e uma bela paisagem, mas não é tão conhecida. Virei fã dele depois disso! (sim, por nais estranho que pareça, conheço umas quatro pessoas que querem se tornar escritores/poeta)

      Excluir
  2. Uau, eu não sabia da existência desse livro!
    Pois é, Chico Buarque! Eu preciso ler esse livro!
    Você tem bom gosto literário, com certeza o livro deve ser encantador, do começo ao fim. Assim que sair do meu período de férias, pretendo ler, ou quem sabe, leio online mesmo.
    Uma dúvida: No pdf os parágrafos são enormemente gigantes, no livro também é assim? Ou você leu online?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li o livro mesmo (o da imagem ali em cima) e, realmente, os capítulos são grandes, mas a gente nem percebe, passam rápido, Chico tem um jeitinho de narrar que prende a pessoa. Ao menos, me prendeu.

      Excluir
  3. preciso ler um livro do Chico. ele tem sido muito elogiado pela crítica, não? até minha professora, da graduação, falou bem...tá na hora de conferir...
    »»» Emilie Escreve

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, conheço dois professores que gostam desse, um até veio comentar ao me ver lendo-o.

      Excluir
  4. tenho esse livro e gosto muito.
    li já faz um tempo, cerca de 5 anos.

    Bom domingo
    Beijos
    http://365diasvariados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já entrou em um grupo no facebook dedicado para blogueiros? Se não, te convido a vir participar do meu, fazer novas amizades, conseguir novos leitores...E claro interagir, debater, e sempre, sempre estar crescendo mais e mais com o blog, afinal esse é o sonho de todo blogueiro né? Conto com sua presença! Desde já, Grato !
    Link do grupo, clique e participe,♥ |
    Meu Blog (Sigo de volta!♥)

    ResponderExcluir
  6. Huum parece muito muito boom, vou procurar!
    ameei a dica floor**
    bjo
    minhahistoriasendofeita.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Depois dessa resenha, preciso ler esse livro!!! :o

    Adolecentro

    ResponderExcluir
  8. Se é do Chico, deve ser bom.
    Ele é muito inteligente.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, estou como a Suzana "depois dessa resenha, preciso ler esse livro!".


    Tecido Doce
    Sorteio

    ResponderExcluir
  10. Gente, eu já vim aqui antes, mas não lembro se comentei kkk
    De qualquer forma, Chico lindo da minha vida <3 Ele é incrível com as palavras, né?
    Ai ai... <3 Meu marido, rs.

    ResponderExcluir
  11. Esse jeito de narrar a história, sem nexo e sem ordem cronologica, me lembrou memórias póstumas de Brás Cubas. O livro é confuso, e pelo que você falou desse livro, eles são até parecidos. Fiquei com muita vontade de ler!

    Adoro o modo como voce tira uma reflexão de tudo, como quando você disse que ficou com medo de envelhecer. Adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tinha parado para pensar nisso! De certo modo, eles são mesmo, talvez você goste dele...
      É, realmente, eu tiro uma reflexão de tudo, só que a maioria são malucas e não vem parar aqui! rsrs

      Excluir
  12. Olá
    Minha avó já leu este livro, mas eu nunca tive muito interesse.
    Gostei da resenha.
    Beijos

    cocacolaecupcake.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Momento: o livro da AVÓ dela. Tá explicado por que os pais dos meus amigos me amam!

      Excluir
  13. Samy, eu conheço esse!

    @esteffanifontes, do blog Aos Dezesseis Anos
    Facebook - aosdezesseisanos.blogspot.com.br
    Gostei muito do post! rs Booooa noite anjinho s2

    ResponderExcluir
  14. ooooi amore, baaaaaaaaaah eu cheguei a anotar o nome desse livro para ler...
    fiquei mtmto curiosa, mttmo mesmoo.. obg por compartilhar livros maravilhosos com a gente *--*

    Blog: http://blahoestraich.blogspot.com.br
    Facebook do blog: https://www.facebook.com/blahlisioestraich
    Página: https://www.facebook.com/BlahOestraich
    Grupo: https://www.facebook.com/groups/blahblogueiros


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da resenha, fico muito feliz ao saber que ela são úteis rs

      Excluir
  15. Oiii
    Este não é meu estilo de leitura, mais gostei de sua resenha e dos quotes..

    beijos Mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, tenho um gosto diferente da maioria das pessoas da minha idade, mas há livros mais jovens de que gosto então também deve haver livros mais (que gênero descreve Chico?) de que você deve gostar também.

      Excluir