sábado, 22 de dezembro de 2012

Como superei o meu amor

    Eu poderia contar como me alienei do mundo, falar de como fugi de mim mesma... mas isto não mudou coisa alguma.
    Lembro que tentei várias táticas para te esquecer, procurei outro alguém, como me aconselharam, numa desesperada corrida para ocupar esta ausência. Distribui sorrisos hipócritas, fiz promessas falsas, planos volúveis e alimentei amores inexistente ou simplesmente imaginários. Mas nada disso me fez superar você.
    Mergulhei de cabeça nos livros e filmes, quis viver histórias que não eram minhas e ignorava o mundo o máximo que podia. Mesmo assim você não saia do meu pensamento, porque era o intruso de todos os roteiros e eu nunca soube improvisar nos papéis.
    Olha, eu cai várias vezes assim. Levei muitos tapas da vida e tive de rastejar pelo caminho enquanto dizia: está tudo bem, eu estou muito bem. No entanto,  nós dois sabemos que fingir nunca é o suficiente.
    Então, parei de ignorar a dor dissimulada, até que, devagarzinho, ela se foi. E foi fazendo uma faxina que superei o meu amor; foi tirando o pó e as teias de aranha daqueles assuntos tão dolorosos, foi fazendo o que considerava um ato de fraqueza mas que, hoje, vejo como o de maior coragem: eu chorei.
    Assim eu aprendi que chorar é ser sincero consigo mesmo.
    Eu simplesmente tive de arrumar a bagunça que você fez, e que não fez sozinho, é verdade. E que bagunça, meu caro! Até hoje não achei o meu coração para perguntar: poxa, por que não consigo gostar de ninguém? Já joguei tanta coisa fora, os esteriótipos, preconceitos, idealizações e nada. Absolutamente nada acontece.
    Mas, ainda que eu continue sendo esta garota machucada, eu te superei. E isso já é um começo.
Espero que gostem deste texto, apesar de não estar tão bom assim. Ah, sobre o link de Natsume Yuujinchou, eu já arrumei (o site tinha saído do ar) e pra quem gostar como eu, vale lembrar que têm mais três temporadas: Zoku, San e Shi. Além do mangá, para quem prefere ler, aqui.Ah, Feliz Natal ;D

27 comentários:

  1. Seguindo (:
    Segue de volta?http://medllin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto. É realmente assim que superamos um sentimento: ignorando. Detesto pessoas que gostam de cutucar feridas e depois culpam o mundo x.x
    Bjs.
    http://www.avidaemletras.com

    ResponderExcluir
  3. Samyle, se esse texto não está bom, eu fico imaginando qual estaria. Está ótimo, flor! Eu gostei bastante. Às vezes, a gente fica tão agoniado, querendo esquecer logo, tirar a dor do coração que acabamos por não perceber que se a gente tiver calma, deixar o tempo agir, tudo acontece com mais naturalidade. Por isso, às vezes, é melhor "curtir" a dor do que querer que ela passe desesperadamente.
    Beijinhos

    hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu sou meio perfeccionista e, como coloco defeito em tudo, acho que ele poderia ser mais abordado e menos clichê... Mas como o publiquei, significa que gostei dele, apesar dos pesares ;D

      Excluir
  4. Ah, o amor e nossas diversas tentativas de superar as dores, esquecer o passado... mas uma hora acontece. E a gente se cura.
    E o texto está delicioso :)
    Beijos e boas festas, Samyle!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, nada é tão rápido, temos que curtir a dor um pouquinho, como a Amanda disse... Boas festas Vivian!, obrigada apelo carinho.

      Excluir
  5. Adorei o seu texto linda, vou até postar no meu blog (aqui o link:http://estupidoculpido.blogspot.com.br/2012/12/textos-alheios-como-superei-o-meu-amor.html)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela divulgação ;) E por avisar!

      Excluir
  6. Esse texto mexeu comigo mais do que eu gostaria. Assim que eu li o título, eu soube que aconteceria isso. Sabe, tudo que está escrito é a mais pura verdade. Não adianta fugir da dor, porque mais rápido você se acostumando com ela, mais rápido você supera. Eu andei me escondendo do mundo, sabe? Esquecendo algumas coisas e vivendo sem muita importancia, porque tudo parecia tão sem sentido. Porém, quando eu resolvi encarar de frente, entendi que seria mais fácil no final. Amei o texto! Sem mais.

    Beijos,
    Feliz natal e um ótimo ano novo! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em saber que gostou tanto e se identificou. Comigo foi assim e, como sei como era ruim, achei que compartilhando a minha experiência ajudaria muitas pessoas. Espero ter sido de ajuda!

      Excluir
  7. Se o texto não tá bom ..nem quero ver a perfeição que deve estar u.u por que esse é incrivelmente bom ! adorei< 3
    e que blog lindo heim ?! e amei as cores ♥ Bom dia e um feliz natal <3<3<3

    http://ilovestarandbooks.blogspot.com.br/ VAMOS CONFERIR NOSSO POST NOVO ?
    e se der curte lá : http://fb.com/teenvoguebr kissus ;*
    tt:@vitorleals

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu raramente digo quando gosto muito de um texto, mas acompanha, então, me diz quando eu realmente me superar ;D

      Excluir
  8. Parabéns pela superação!
    Pessoas de coração partido sabem que não é fácil...
    Agora é só alegria!
    Beijos,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, e esperança, meu caro. Sou cheia disso...

      Excluir
  9. Pessoas como você são raras.
    Eu tentei tudo isso e nunca consegui superar o que estava dentro do meu coração. Então, acabei entendendo que tinha que ser assim.

    Adorei teu blog e estou seguindo e curtindo.
    Um Abençoado Natal e que 2013 venha repleto de momentos bons.
    Beijão ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que gostar é uma escolha, óbvio que não some num passo de mágica, demora. Para uns mais do que para outros, mas paciência. Tem uma frase que diz: se não foi amor, não é dor que vai ser (Fernando Moura).
      Feliz 2013 também!

      Excluir
  10. Eu sei que adorei, tem tudo a ver com o que eu estou passando. Parabéns Samyle!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito contente ao saber que gostou e que ajudei!

      Excluir
  11. Por causa de certas decepções, muitas vezes a gente acaba ignorando as pessoas e o mundo mais do que deveríamos. A gente também tem aquela mania de enquanto o nosso mundo desaba e o nosso coração se despedaça, colocamos um sorriso no rosto e fingimos que tudo está bem.
    Gostei do texto ;)

    Diário sem Cadeado

    ResponderExcluir
  12. Lindo lindo o seu textooO**
    estou te seguindo flooor**
    retribui
    minhahistoriasendofeita.blogspot.com.br
    beijo

    ResponderExcluir
  13. Ficou lindo o texto, e ficou muito bom assim. rsrs

    Toda dor passa, mesmo que devagar ^^

    ResponderExcluir
  14. Que texto maravilhoso! Todo fim de amor é complicado, mas é superável.
    Beijos, Cyn.
    http://ograndetalvez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. as pessoas dizem que temos que superar um amor com outro. mas,não é assim que as coisas funcionam, a gente tem que passar um tempo se recuperando. cada um leva a quantidade de tempo que precisar. porém,uma coisa é certa: um dia o que sentimos irá se esvair. pode ser que não completamente,mas não será o mesmo sentimento.

    ah,Natsume Yuujinchou ^O^.Amo,amo,amo essa série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah, achei uma fã de Natsume Yujinchou ebaaaaaaaaah! Sou a única da minha turma que assistiu, to tão feliz agora!

      Enfim, acho ridículo isso de superar um amor com outro, não dá certo, só causa mais dor e decepção, principalmente porque envolve uma terceira pessoa que não tem nada a ver nesta história...

      Excluir
  16. gostei do texto e... não sabia que tinha mangá de Natsume pra ler oinline <33 adoro o anime

    http://himi-tsu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, mais uma fã de Natsume! Sério, to pulando de alegria aqui! Eu estou lendo o mangá, é muito bom, embora ache o anime um pouco mais sensível... Bem, é questão de opinião.

      Excluir