sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Será que algum ser de bom coração poderia, por favor, provar que eu também tenho um?

    Eu preciso de alguém que me escute com atenção, sem se apoderar dos meus medos e anseios como se fossem uma espécie de troféu para argumentos em futuras desavenças. Se você for do tipo de pessoa que me dará a mão hoje, mas amanhã irá me virar as costas, olha, de coração, passa reto por mim. Não troca olhares, nem sorrisos envergonhados, muito menos palavras. O meu estoque de gente passageira é grande demais e está sem espaço para eventuais frustrações. 
    Eu preciso de alguém que seja tão alguém a ponto de assumir metade da culpa, mesmo ela sendo inteiramente minha. Alguém que compre o pão do café todos os dias sem reclamar ou jogar na minha cara que eu-não-faço-nada-que-preste. E, de preferencia, alguém que tenha a total consciência de que eu realmente não presto pra nada, mas que, ainda assim, não me troque por outro alguém que preste absolutamente pra tudo. 
    Definitivamente, preciso que alguém analise com mais atenção os meus defeitos e encontre neles algo de valor. Algo que valha a pena lutar. Algo que o motive a ficar. Algo que faça a diferença no meu par de olhos desalinhados ou no meu sorriso singelo. Estou cansada de olhar zilhões de vezes pro meu interior e enxergar apenas cacos, lixos e coisas desnecessárias. Preciso, preciso muito, de alguém que me recicle por dentro e me faça novamente necessária. 
    Isso não é mais um pedido, mas sim uma súplica: será que algum ser de bom coração poderia, por favor, provar que eu também tenho um? Eu preciso de olhos que me enxerguem além do que sou, mãos que me toquem além da minha superfície, abraços que me abriguem além dos dias frios. Entende o meu desespero para que um príncipe encantado ou pelo menos o-grande-amor-da-minha-vida despenque do céu, nesse exato momento? Não aguento mais esperar por uma felicidade que nunca chega. 
    Já esgotei todos os meus pares de roupas e sapatos com todas as baladas e barezinhos existentes. Já gastei toda a minha saliva e lágrimas com papos furados e babacas de meia boca. A minha cota de textos românticos e orações desesperadas acabou. Não sei mais a quem implorar ou pra quem recorrer. Eu só peço que, pelo amor de qualquer divindade, seja lá quem você for, chegue logo. Acelere os passos. Compre um GPS, uma nave espacial ou algo assim. Venha, apenas. Eu coloquei o meu melhor perfume e o meu shorts mais despojado há horas. Arrumei o cabelo, estampei o meu sorriso mais cativante no rosto e arrumei o coração como quem arruma uma casa lotada de objetos desnecessários. 
    Ridículo, não? Essa coisa de se preparar dos pés à cabeça pra alguém que ainda é um completo desconhecido. Eu sei, eu sei, talvez você não venha hoje, nem amanhã, nem na próxima semana ou na próxima vida. Ninguém entende porque eu me maltrato tanto assim, enganando um coração bobo e uma mente estúpida. Confesso, eu também não entendo onde, enfim, quero chegar. Não me restou mais nada além desse relógio que bate as horas minunciosamente, enquanto espero incessavelmente por uma batida na porta ou um telefonema fora da rotina. A verdade é que a única coisa que me sobrou pra depositar todo o meu resto de esperança falida, foi você.
Capitule (http://capitule.tumblr.com/)

17 comentários:

  1. Samyle :)
    Como vai?
    Que texto perfeito *---*
    Eu preciso de alguém assim...que me analise,que tente me compreender >.<
    Belo texto ein?
    Reposta lá no blog qualquer dia destes? >.<

    Beijos e bom final de semana
    Rimas Do Preto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso sim, mas o texto não é meu, só pra informar.

      Excluir
  2. Tenho me sentido tão assim, que vou postar isso no meu cantinho. Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tenho me sentido muito assim, então, quando vi este texto hoje de manhã, não hesitei em postá-lo por aqui.

      Excluir
  3. Lindo texto! Não sei o que dizer, estou sem inspiração para palavras esses dias...
    O Tumblr é seu? Gostei dele ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é meu, não. Pertence à Bárbara. Ela escreve super bem, não é? Amo esse Tumblr!

      Excluir
    2. Escreve mesmo, gastei um bom tempo lendo os textos dela ^^

      Excluir
  4. Oi amor ! Obg pela visita em meu blog, e que bom que se identificou comigo rs

    com qual intenção de parceria? (:

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto
    Adorei seu blog,estou seguindo!

    Beijos

    wwww.garotadeestilo.tk

    ResponderExcluir
  6. Que texto incrível!
    Parece que descreveu fielmente uma fase da minha vida. A expectativa é sempre cruel conosco.
    Nossa, eu me apaixonei por esse tumblr. E você, também tem tumblr? Quero te "seguir"!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho um tumblr, só que raramente uso. Mentira. Eu raramente posto alguma coisa. Eu entro para pegar algumas frases para postar na fanpage do blog, que tal vê-la? Acho que vai gostar dela, é bem inspiradora pra mim.

      Fico muito contente em saber que se identificou tanto quanto eu. Sério, toda vez que posto algo que é muito "Eu" e vejo que tanta gente se identifica fico me achando normal. Ajuda bastante com a minha auto-estima, sabe?

      Beijos ;)

      Excluir
  7. Nossa esse texto é um dos mais perfeitos que já vi!

    Anjo tá rolando sorteio lá no blog (http://www.aerafeminina.com/2012/11/sorteio-em-parceria-com-cup-case-ate.html)

    Participa e chama todo mundo para participar tbm!

    Bjos!

    *Seguindo seu blog, se gostar passa lá no meu tbm!

    ResponderExcluir
  8. RE: Obg pela opinião no post amor, haha
    o texto é incrivel, adorei!
    e sobre a parceria, aceito sim!

    @esteffanifontes, segue? Beijos, volte sempre.
    Aos Dezesseis Anos - aosdezesseisanos.blogspot.com.br
    Seja bem vinda do meu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo, obrigada! Já vou te colocar nas parcerias, também seja bem-vinda, florzinha ;)

      Excluir
  9. Que texto incrível! Gostei muito, leitura interessantíssima.
    Beijão mocinha ;***

    ResponderExcluir