segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Lacuna

De repente, senti uma vontade insuportável de escrever. 'Escrever sobre o quê?', perguntei-me e até agora não encontrei uma resposta plausível. Eu só quero escrever, por terapia; ou talvez porque este é um ótimo modo de conversar comigo mesma. Aliás, eu possuo esta mania — na verdade, necessidade — de dialogar comigo; de me por na parede e dizer 'por quê você está fazendo isto?' E finjo que é a minha consciência me aconselhando.
Sendo sincera, eu sempre precisei disto. Não que eu não tenha amigos com os quais possa desabafar e pedir conselhos. O problema é o Eu. Eu omito detalhes e estórias, eu não deixo que os outros me conheçam, eu não conto os problemas até tê-los resolvido, eu, eu, eu...! Daí surge esta minha estranha necessidade de me dar um puxão de orelha de vez em sempre.
Entretanto, não é o suficiente. Muitas das respostas que procuro estão, sim, dentro de mim; mas outras estão do lado de fora. E quando chego a este ponto, no limite entre os dois mundos que habito, eu escrevo. Escrevo textos demasiado pessoais, excessivamente imaginários, até mesmo sobre amores inexistentes. 
Escrevo.
Com a finalidade de preencher as lacunas da minha existência.

16 comentários:

  1. Escrever, eu acho, que no final das contas é isso: Preencher as lacunas da existencia, preencher o vazio.
    Adorei o texto.
    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você também escreve, suponha que seja assim que também se sinta.
      Obrigada pela visita *--*

      Excluir
  2. Adorei o texto!


    Beijos

    http://www.byjessicarodrigues.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Linda =)
    Adorei o texto.
    Obrigada pela visita ao meu cantinho.
    E acho que escrever torna-se necessário quando os sentimentos não cabem mais em si e precisam ser postos pra fora de alguma forma, ou seja, preenchendo lacunas.

    Beijos da Lua =*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como Anne Frank disse:"Tenho vontade de escrever, e tenho uma necessidade ainda maior de tirar todo tipo de coisa de dentro do meu peito. O papel tem mais paciência do que as pessoas."

      Excluir
  4. Também me sinto assim. Acho que, no fundo, é esta a razão por que todos escrevemos: encontrar-nos. É uma interminável busca pelo "autoentendimento". E, até que descubramos, façamos isso, escrevamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "é esta a razão porque todos escrevemos: encontrar-nos." Que frase! Adorei.

      Excluir
  5. Oii Bb'
    Lindo o texto.
    adorei tudo aqui, e concordo com Luna A.H. " escrever torna-se necessário quando os sentimentos não cabem mais em si e precisam ser postos pra fora de alguma forma, ou seja, preenchendo lacunas. "
    Dá uma passadinha lá no blog, se gostar, segue. Retribuímos !
    girl-fashion-star.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. E esta necessidade parece característica de todos nós blogueiros, que encontramos na escrita um meio de refúgio. Acho que ultimamente tem me faltado tempo para dialogar comigo mesma.
    Muito bom o texto! Beijos. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é bom que encontre esse tempo. Aos poucos, percebi como é necessário!

      Excluir
  7. Eu também faço isso. Eu começo a conversar comigo mesma e as vezes ate me desligo do mundo. Adorei o texto.
    (my-history-restarted-again.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom se desligar do mundo às vezes, não?

      Excluir
  8. Achei que fosse um problema só meu. E dessa forma já tentava resolvê-lo sozinha antes de contar ao mundo. Alívio de saber que não sou a única, mas ás vezes penso que não é tão bom ser assim.
    Beijos Samyle.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vinda ao grupo!
      Também não acho bom, mas eu não sei contar os meus problemas sem chorar, e eu odeio chorar na frente de qualquer pessoa (não me pergunte por quê, nem mesmo eu entendo direito)então, me sobra escrever.

      Excluir